Congresso Estadual da CTB define seu plano de lutas e elege a nova diretoria

A Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil – CTB/RS elegeu na manhã desta sexta-feira (25), sua nova direção, deliberando pela unificação com a CGTB – Central Geral dos Trabalhadores do Brasil- em seu 5º Congresso Estadual, ocorrido nos dias 24 e 25.
O evento se deu na modalidade virtual, reunindo mais de 275 delegados e delegadas das mais variadas categorias (trabalhadores urbanos e rurais) de todas as regiões do estado do Rio Grande do Sul que, além da eleição que reconduziu o atual presidente Guiomar Vidor ao cargo, elegeu os demais membros da Direção. O conjunto das entidades filiadas aprovou a unificação entre a CTB e a CGTB no estado, processo esse em curso em nível nacional.
Na ocasião, foi aprovado o plano de lutas para execução da gestão eleita, que tem por centralidade a luta permanente contra a retirada de direitos, vacina já para todas e todos, auxílio emergencial de R$ 600, políticas de geração de emprego e renda, o fortalecimento da agricultura familiar e o fim do Governo Bolsonaro por sua responsabilidade direta no caos sanitário e humanitário que vive o Brasil.
O encontro deliberou ainda, pela criação de um Fórum Permanente em Defesa da Valorização do Salário Mínimo Regional que, ao completar 20 anos, sofre o maior ataque dos setores políticos e patronais retrógrados do nosso estado que defendem a sua extinção.
O 5º CONGRESSO definiu o dia 24 de julho como dia nacional de luta em defesa da vida, da vacina, do SUS, do Patrimônio Público e contra a reforma administrativa, pelo emprego e pelo fim do Governo Bolsonaro.
Guiomar Vidor e Nelcir Varnier, presidentes das duas Centrais Sindicais, agora unificadas, destacaram a importância deste momento histórico para o conjunto do movimento sindical gaúcho e brasileiro e a defesa da unidade de toda a Classe Trabalhadora, marcando a luta em defesa de um novo projeto nacional de desenvolvimento, tendo por centralidade a valorização do trabalho e da vida.

Fonte: CTB RS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *