Empresa do conglomerado do Google quer vender dados de localização de milhões de telefones celulares

A maioria das informações coletadas por profissionais do planejamento urbano é um emaranhado de dados complexos e de difícil representação – muito diferente dos gráficos e tabelas simplificadas de jogos de simulação do tipo SimCity. Mas uma nova iniciativa da Sidewalk Labs, uma subsidiária da Alphabet, o conglomerado de empresas do Google, promete mudar isso.

O projeto, batizado de “Replica”, permite que órgãos de planejamento tenham acesso aos padrões de mobilidade de cidades inteiras. Assim como em SimCity, a ferramenta “fácil de usar” do Replica faz uso de simulações estatísticas para mostrar como, quando e onde as pessoas se deslocam dentro dos centros urbanos. É uma ferramenta promissora para os profissionais que trabalham com planejamento de transportes e ordenamento de uso do solo. Nos últimos meses, os órgãos do setor de transportes de Kansas City, Portland e Chicago se inscreveram no programa. Mas existe um porém: ninguém sabe exatamente de onde vêm esses dados.Assine nossa newsletterConteúdo exclusivo. Direto na sua caixa de entrada.Eu topo

Normalmente, os planejadores urbanos dependem de pesquisas e contagens volumétricas, procedimentos caros, demorados e com equipamentos muitas vezes antiquados. Já o Replica se alimenta de dados de localização de celulares coletados em tempo real. Como explica Nick Bowden, da Sidewalk Labs, “o Replica oferece um amplo leque de dados de deslocamento que são muito difíceis de se obter atualmente, como o número de pessoas em uma via expressa ou rede de ruas locais, o meio de transporte utilizado (carro, transporte público, bicicleta ou a pé) e o propósito da viagem (ida ao trabalho, às compras ou à escola)”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *