Segundo Paim, é necessária uma mobilização nacional para exigir vacinação para todos

Em pronunciamento na última quarta-feira (24), o senador Paulo Paim (PT-RS) criticou as ações adotadas pelo governo federal no combate à pandemia de covid-19. Segundo ele, as medidas implantadas até o momento são insuficientes e deixam “muito a desejar”. Em sua opinião, o Executivo tem sido “incompetente” e tem agido com “total descaso” em relação à população brasileira, que sofre com uma crise sanitária sem precedentes.

— Em um mês não vacinamos nem 3% da população. Continuando assim, levaremos mais de quatro anos. São quase seis milhões de pessoas; isso é pouco, muito pouco. A nossa população é de 212 milhões de habitantes. Há países que já imunizaram 50% da população, caso de Israel. Isto se chama prioridade, planejamento, respeito à população, combate à pandemia. Falta ao governo brasileiro um plano efetivo, verdadeiro, e que priorize de fato a vida das pessoas — declarou.

Paulo Paim acrescentou ainda que, sem vacina, não há como “retomar a economia”. E conclamou a população para organizar uma mobilização nacional numa campanha “vacina para todos já”. Para o senador, é uma “causa justa” e é preciso exigir dos “poderes constituídos” a imunização de todos os brasileiros.

— A vacinação tem de ser rápida; não pode levar meses, anos e anos. Precisamos de uma campanha que envolva todos: o Executivo, o Legislativo e o Judiciário e toda a sociedade, imprensa, entidades de classe, sindicatos de trabalhadores, empresários, associações de bairros, Igreja e movimentos populares do campo e da cidade.

Fonte: Agência Senado via Senador Paulo Paim

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *